Arquivo da tag: esperta

Tempos Modernos, de Nane Pereira

E ele viu tanta beleza nas olheiras dela,

viu tanta beleza nas unhas pintadas de vermelho,

viu tanta beleza na cabeleira desarrumada.

O olhar perdido dela

Fez-lhe perder o sono.

Ele decorou uma música em inglês

para impressionar a menina e cantou alto,

muito alto…

Se fez apresentar nos horários de café,

de almoço e jantar…

Suspirou pelos cantos…

Suspirou de dor, suspirou de amor.

Esperta,

caçoou dos sentimentos dele,

desprezou os enfeites

e continuo sorrindo.

I-ro-ni-ca-men-te solitária.

Anúncios