Solidão

Não estou com sono. Nem com fome. É só aquela vontade que te dá no meio da noite de pintar uma tela. Inexprimível. Apenas sinto.

Uma palavra, talvez, seja suficiente: vontade. E se a resposta não for satisfatória, tento uma frase: vontade de preencher o vazio.

Esse imenso vazio. Esse grande nada. Um nada que toma conta de tudo. Triste. Solitário. Como uma senhora sentada na varanda admirada com o pôr-do-sol. Rubro. Rúbia. Dúbia.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: